A PERMANÊNCIA ILEGAL CONTINUA A SER A INFRACÇÃO MAIS DETECTADA NAS ACÇÕES DE FISCALIZAÇÃO